segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Peso X Bailarina

É um assunto muito delicado e eu sei que esse post pode gerar uma enorme polêmica, mas bora lá!
Eu sou professora de dança há alguns anos e algumas coisas que sempre me perguntaram são: Precisa ser gordinha? Magrinha pode dançar? Precisa ter um pouco de barriga? ... Eu sempre escutei esses tipos de perguntas!
Não vamos ser hipócritas vivemos sim em um país em que a preocupação com a estética é muito forte, se formos para alguma academia agora pode ter certeza que ela estará cheia porque o pessoal está se preparando para o verão, ficar com um corpo legal pra ir pra praia, agora vá em uma academia no início do ano é bem vazia! Então isso é comprovado, foi feita uma pesquisa há alguns anos atrás, que o Brasil é o país, ou um dos, que as pessoas mais se preocupam com a parte estética e é o segundo país a ter mais academias no mundo (perde somente para os Estados Unidos). 
A dança do ventre, graças a Deus, não tem um biotipo físico específico para fazer dança do ventre, qualquer corpo pode dançar e eu mesma já fui bem cheinha, e isso nunca me atrapalhou, e como também tenho alunas que são, e uma em específico que tem um quadril simplesmente divino! 
O que pode acontecer, na parte de saúde, é que como mexemos muito com as articulações o sobrepeso pode forçar muito as articulações e limitar a menina nesse sentido, eu mesma fui um exemplo disso pois eu senti a diferença quando eu emagreci, e eu não emagreci de secar, virar palito, e muito menos porque A ou B disseram eu emagreci porque eu queria me sentir bem comigo mesma e ponto! E acho que isso é o que realmente importa, é a menina se sentir bem com ela mesma em todos os sentidos, ela olhar no espelho e se achar linda independente de peso, cor, altura, cabelo, olhos, nada!
Mas também vamos ser sinceras que mulher é bicho ruim! Quantas vezes nós não apontamos, comentamos que a atriz X engordou?! Isso acontece mesmo!
Então eu já vi muitos comentários, pra mim, assim: "nossa, mesmo você sendo cheinha seu quadril é maravilhoso!", "Caramba, ser gordinha não atrapalha!", e como também eu escutei esse comentário de uma bailarina que é conhecidíssima "A sua dança é linda, e o fato de você ser cheinha não me incomoda!". 
O que acontece é o seguinte, o mercado ocidental pede que a mulher seja magra (Europa), estilo Barbie (Estados Unidos), tipo gostosona (Brasil), agora é que está começando o Plus Size aqui pro nosso lado (Ocidente), porque do lado oriental a mulher não precisa ser magrinha, exemplo a Randa Kamel, Aziza of Cairo, e eu tive a oportunidade de ver pessoalmente a Raqia Hassan agora em setembro e ela tem um quadril maravilhoso e é super suave, e é uma senhora com sobrepeso, e basta ver os DVDs dela pra perceber isso... pois tem coreografias que são feitas pelas alunas e por ela também, e ela dá um banho na mulherada!
Então se você quer ser somente aluna relaxe e aproveite todos os benefícios independente de qualquer coisa, a dança do ventre é maravilhosa, uma descoberta incrível em vários sentidos, se você quer ser bailarina profissional saiba lidar com todas as críticas, com todos os dedos, incluindo o lance do peso pois o mercado de trabalho não é bonzinho com NINGUÉM (basta ver os comentários nos vídeos do youtube, são um ótimo exemplo de como as pessoas criticam tudo), mas o mais importante de tudo é você se sentir bem consigo mesma, independente do mundo.




3 comentários:

  1. Excelentes colocações! Também acredito que o que importa na dança do ventre é a paixão e o respeito que temos sobre a cultura e a dança árabe. O culto ao corpo, em si, não pode prevalecer, mas sim o respeito a seu ser propriamente dito.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada, Pri! Tem horas que eu tenho me perguntando se realmente é mais importante um bailarina um pouco acima do peso mas que tenha uma técnica muito boa a uma mais magrinha que não esteja com a técnica tão bem assim, a pergunta fica no ar!

    ResponderExcluir
  3. Ah eu sofro é para dançar com o meu peso ABAIXO! Dunia sabe meu drama...

    Dança do ventre fica lindo nas cheinhas. Nós magrelas temos q ficar tentando n parecer uma lagarta contorcionista :-(
    Sacanagem isso viu...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...