segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Reggaeton Bellydance

Tava vendo no facebook de uma bailarina internacional sobre um evento que ela está promovendo no país dela e uma das aulas tops era a de Reaggeaton Bellydance, confesso que eu nunca tinha visto um vídeo e fui atrás para conhecer esse "novo estilo" de dança, já que a procura para essa aula era grande no facebook e a animação das meninas que já tinham se matriculado era enorme.
De vez em quando eu paro para pensar "será que a dança irá continuar?", não digo com relação a mim mas de um modo geral, me preocupa as vezes, porque eu não vejo tantas fusões nos outros estilos como balé, jazz, street dance e etc (eu não trabalho em uma escola que só tem dança do ventre, trabalho em uma escola que tem todos os tipos de dança como street, jazz, balé, sapateado, dança de salão e etc) e penso algumas vezes que a dança está se perdendo aos poucos até mesmo porque não ouvimos mais de novas revelações da dança do ventre no Egito, por exemplo, e lá é uma das maiores referências de dança do ventre do mundo aonde acontece os maiores festivais de dança, e também o que eu vejo de alunas e inclusive bailarinas que não conhecem as bailarinas do Egito, do Líbano, da Turquia, simplesmente não conhecem!!!! Nunca ouviram falar em Mahmoud Reda, em Raqia Hassan, Dina, Samia Gamal, Fifi Abdou, Souher Zaki, Amani, Didem, nadaaaa... mas conhecem as Superstars, conhecem as fusões, e etc.
Gente, o que tá acontecendo?! Não é nada contra essa fusão em especial, mas é preocupante essa situação! E bailarinas que dançam balé com algum movimento de quadril, sim... isso acontece e acontece demais!
Essa é a minha opinião pelo que eu vejo na internet, pelo que eu vejo nos eventos, pelo que eu vejo quando eu vou conversar com professoras, alunas, estudantes e bailarinas... e lhes pergunto, a dança do ventre tem 5000 anos, aproximadamente, até quando ela irá viver?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...