segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Fusões

Como dizem é um assunto pra mais de metro!
Estava conversando com uma aluna sobre o último post de moda e que as fusões feitas com balé, contemporâneo e com o jazz são super bem aceitas, e são obrigatórias, se você não estudar nenhuma dessas danças você está completamente OUT e todas as outras fusões, outros estilos de dança, são discriminadas e isso É FATO!
Se uma bailarina faz balé com dança do ventre, e tem aos milhões esses vídeos no youtube, nossa ela é diva, uma estrela, super, mas se a bailarina faz um senhor trabalho de quadril mas ela coloca 1 passo de samba, nossa é a sem falta de respeito total! Como assim?!
Claro que o samba, como vários outros estilos, são muito mais provocantes do que balé, contemporâneo e jazz, mas pra ser vulgar a bailarina não precisa usar outro estilo de dança para ser vulgar em cena, já vi inúmeros vídeos também que a bailarina é extremamente balé e é vulgar mas e daí?! É balé não é samba, então é chique!
Não, lógico que não! Vulgar é vulgar independente de que estilo seja! Quantas calcinhas e quantas sem calcinhas o público viu e vê por conta do balé?! Isso ninguém comenta, né?! Sem contar que o brasileiro tem o péssimo hábito de valorizar o que vem de fora mas o que está bombando no mundo da dança do ventre internacional é o bellysamba!!!
Querendo ou não terão de engolir isso, fato!
O que me preocupa é o fato da dança do ventre em si estar sumindo, de alunas não saberem quem são as bailarinas antigas, quem são as bailarinas atuais, os festivais, os estilos, leitura, técnicas porque estudam as americanas, as russas, as ucranianas, e elas podem ser boas mas não são da terra... por que quem quer aprender samba com um alemão?! Por que temos que aprender dança do ventre com americanas, argentinas, russas, ucranianas? Claro que podemos gostar delas dançando, não é isso, mas acho que devemos no MÍNIMO conhecer a raiz da dança do ventre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...